Categoria:

Como eu sai da Poupança

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Olá, eu já escrevi muitos textos aqui no Blog do Bolsa de Dados sobre muitos temas, porém hoje estou me propondo a escrever sobre como eu sai da Poupança. Talvez você esteja acompanhando nossa série de vídeos no Canal do Youtube, talvez não, porém caso deseje acessar basta clicar aqui que você vai direto para nossa série sobre esse tema.

Bem, essa breve história é sobre como eu sai da poupança, porém antes de tudo eu preciso te contar como eu entrei na Poupança.

Me lembro como se fosse hoje, eu estava com 12 anos de idade e estava cursando o Sétimo ano do ensino fundamental.

São Bernardino – Facebook

Eu estudava pela manhã e a tarde passava me divertindo como qualquer outro jovem de uma pequena cidade do interior de Santa Catarina, abaixo uma bela imagem da incrível São Bernardino.

Pois bem, lá estava eu estudando pela manhã e a tarde me divertindo até que recebi uma proposta de emprego do meu avó o Sr. Armindo, alias não conheço pessoa nesse mundo que possua mais histórias como meu avô, sem sombra de dúvidas ele é uma das pessoas que mais impactaram a minha vida de forma positiva, seja com sua forma de ser meiga e atenciosa, seja com seu carisma e também sua força de vontade que faz com que ele até os dias de hoje seja um homem muito ativo.

Bem, meu avô fez a seguinte proposta de emprego. Alex, você trabalha aqui na ”Chacára” todas as tardes comigo e em troca eu vou te pagar 0,50 por tarde que você trabalhar. Eu fiquei admirado pois para mim aquilo era uma infinidade de dinheiro e eu fiz mil e um planos com os mesmos. Poderia comprar tudo que bem desejava como as tão famosas figurinhas do Dragon Ball Z ou qualquer outro bem.

Pois bem e lá comecei eu todas as tardes ajudando meu Avô,

na verdade, o trabalho era muito mais diversão do que tudo, porém ser o neto mais velho do Sr. Armindo era um grande desafio, até porque existiam outros 18 netos que tambem requeriam atenção. rsrsrs (familia grande é isso).

Bem com os proventos deste meu trabalho ao longo de 2 meses guardei uma boa quantia até o momento que meus pais abriram uma Poupança para mim poder continuar guardando meu dinheiro.

De lá para cá, a poupança sempre foi sinônimo de segurança, e minhas pequenas reservas estavam muito tranquilas. Porém foi passando os anos e os rendimentos da poupança ao invés de aumentarem eles iam na contramão do progresso e diminuiam.

E nos ultimos 5 anos óbviamente já enfrentando a vida adulta os rendimentos que lá ficavam cada vez menos ganhavam corpo era como se estivesse andando de lado.

Se por um lado a poupança representava um local seguro e tranquilo para se aportar as economias, por outro a rentabilidade que se obtinha com esses investimentos era ínfima e por isso outros investimentos da renda fixa ganharam cada vez mais destaque.

E quando falamos em renda fixa não existe apenas uma opção, mas sim uma infinidade, até porque muitas vezes o que nós buscamos é um local tranquilo que pague um rendimento aceitável, não precisa ser nada extraordinário, visto que não estamos expondo nosso dinheiro a grandes riscos, logo entende-se que também não teremos grandes rentabilidades.

Alias isso é uma regra, a rentabilidade sempre acompanha o risco, quanto maior o risco maior a possibilidade de rentabilidade.

Então, como eu sai da Poupança?

Bom agora como vocês sabem como eu entrei na Poupança, fica fácil imaginar, para sair não precisei de muito mais, pois com a Inflação cada vez mais avassaladora o caminho natural foi buscar por investimentos que me rendam acima da Inflação e façam com que o dinheiro não perca poder de compra!

Com isso surgiram algumas boas oportunidades de renda fixa que vou detalhar um pouco mais nos próximos posts aqui no Blog.

Algumas delas vocês conhecem como por exemplo:
a) Tesouro Direto

b) LCI / LCA

c) CDB pré fixado

d) CDB pós fixado + IPCA

Enfim essas são apenas algumas das oportunidades visto que elas são inumeras e abundantes.

Obrigado por me acompanhar até aqui e nos vemos em breve!

Compartilhe nas redes sociais. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos relacionados