Categoria:

Flipagem de IPO: os ganhos compensam os riscos?

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A flipagem é uma técnica de especulação utilizada para obter ganhos em curtíssimo prazo. Muitos têm tentado se especializar nesse método para fazer fortuna durante as estreias de empresas na bolsa de valores. Mas será que o risco vale a pena? Há uma forma segura de flipar? Nesse artigo vamos te explicar o que é a flipagem de IPO e FIIs. Leia e entenda!

O que são IPOs?

IPO é a sigla para Initial Public Offering, ou seja, é a oferta pública inicial em que as ações de uma empresa são vendidas ao público numa bolsa de valores pela primeira vez. Então, o IPO ocorre quando uma empresa está sendo listada na bolsa.

Estar listada na bolsa traz diversos benefícios para as empresas e sinalizam um grau de amadurecimento das suas atividades. Para os investidores, é mais uma oportunidade de ganhar dinheiro a curto e longo prazo. Para entender como funciona o IPO de uma empresa, assista o vídeo abaixo:

Nos últimos dois anos o número de IPOs têm crescido no Brasil. Em 2020 foram 27 ofertas primárias e 23 ofertas secundárias, e a expectativa continua em alta para 2021. Nós fizemos uma lista com as 22 empresas brasileiras que podem ter seu IPO ainda em 2021. Caso você esteja buscando oportunidades, acompanhar essas empresas será essencial.

Afinal, você pode usufruir da valorização das ações de empresas que farão o seu IPO tanto no longo prazo, quanto no curtíssimo prazo com a técnica de flipagem.

O que é Flipagem no IPO?

Flipagem é um termo derivado do inglês “to flip” que significa “virar algo”. Ou seja, refere-se a uma mudança repentina de algo. Nos investimentos, esse termo faz referência à aquisição de ações no IPO de uma empresa e a venda logo em seguida. A mudança repentina, nesse caso, é o preço da ação que, para a técnica funcionar, deverá subir bastante.

Basicamente, quem faz a flipagem de IPO espera que a ação da empresa se valorize muito nos primeiros momentos de venda. É importante mencionar que essa técnica é uma forma de especulação, ou seja, não há garantias que essa manobra dará certo.

Mas é claro que os investidores que decidem fazer a flipagem não fazem apenas baseados no pressentimento ou sem fundamentos. Apesar de ser uma técnica arriscada, quem opta por ela estuda a fundo a empresa e seu setor para tentar entender quais as chances das suas ações se valorizarem no primeiro momento de venda.

Se a empresa tiver bons índices e se o mercado estiver muito otimista, os papéis poderão atingir preços elevados no dia do IPO.

Quem são os flippers?

Quem aplica essa técnica são chamados de flippers. Eles são investidores, ou especuladores, que analisam as aberturas de capitais das empresas e as expectativas em torno delas. Quando resolvem apostar em uma empresa, eles fazem a reserva das suas ações para o IPO e passam a acompanhar mais de perto ainda a valorização dos papéis.

Muitos consideram os flippers como operadores de day trade, outra técnica de curtíssimo prazo. Basicamente, o day trade é uma forma de investimento onde a operação de compra e vende acontece no mesmo dia. Os traders, como são chamados, ganham com a valorização das ações nesse intervalo de tempo, assim como os flippers.

Como fazer flipagem em IPO?

Como qualquer outro investimento na bolsa de valores, é preciso ter uma conta em uma corretora no seu nome. Depois disso, é preciso transferir dinheiro para sua conta para fazer a reserva das ações. Apesar da operação de flipagem ser rápida, é importante saber que a reserva das cotas do IPO começa semanas antes da abertura pública de vendas.

Antes e depois de fazer a reserva, é importante que o flipper acompanhe a movimentação do mercado e a expectativa em relação à empresa. Afinal, é o aquecimento do mercado em relação às ações da empresa que vão definir se elas ficarão mais caras ou não. Alguns dos pontos que o flipper deve se atentar são:

  • O segmento da empresa que fará o IPO, e se ele está em alta no mercado;
  • Volume de oferta, que quanto maior o número de papéis emitido, melhor;
  • Book de ofertas com volume de compra maior que o de vendas;
  • Grande prazo de liquidação da oferta.

É importante lembrar que não há nenhuma garantia que os papéis vão se valorizar no dia do IPO. Por isso, torna-se essencial fazer uma densa análise antes de pensar em fazer a flipagem de IPO. Quanto mais informação sobre a empresa, menor o risco de você ser surpreendido negativamente.

Flipagem em Fundos Imobiliários

Além das ações, é possível também fazer a flipagem de fundos de investimentos. Essa manobra é comum nos fundos imobiliários (FIIs), e ocorre quando o fundo decide emitir novas cotas. Mas, nesse caso, compra-se a nova cota mais barata no dia em que elas são integralizadas e espera-se vendê-la mais cara posteriormente.

Pessoa avaliando empresa para fazer flipagem de ipo
Acompanhar a empresa antes e durante o IPO é essencial para essa estratégia funcionar!

Riscos da flipagem de IPO

Muitos enxergam na flipagem uma forma de ganhar dinheiro fácil e rápido. Apesar de muitos conseguirem até mesmo superar a expectativa, é uma manobra arriscada. Inclusive, devido à interferência que essas manobras causam nos preços da ação durante os IPOs, muitas empresas estão aderindo ao lock-up.

O lock-up é um mecanismo para controlar a prática de flipagem, e consiste na adoção de uma cláusula contratual que protege os novos investidores contra possíveis informações privilegiadas dos atuais acionistas. O objetivo é que as negociações fiquem mais transparentes e seguras, além de incentivar a cultura do investimento a longo prazo.

Para quem quiser fazer a flipagem, é interessante observar quais empresas adotaram o lock-up, ou quais dividem os investidores entre os que aceitam o mecanismo e os que não desejam essa restrição. Como as empresas preferem o primeiro grupo, acabam destinando para ele a maior parte das novas cotas.

Assim, a flipagem de IPO mostra-se uma interessante técnica para a obtenção de lucros no curto prazo. Muitos estudam essa metodologia e têm ótimos resultados. Contudo, caso você esteja interessado na prática, é fundamental estudá-la a fundo e ter a certeza que ela está de acordo com o seu perfil de investidor.
Há diversas formas de aumentar o seu patrimônio na bolsa de valores, e com certeza uma delas se enquadra aos seus objetivos. Estude sempre para evitar perdas de dinheiro ou riscos excessivos. Para conhecer mais sobre investimento, leia o nosso Guia Definitivo de Renda Fixa e Variável!

Compartilhe nas redes sociais. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos relacionados