Categoria:

Taxa Selic hoje em 2021: Copom sobe a taxa de juros para 5,25%

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A taxa Selic hoje em 2021 é de 5,25% depois da última reunião do Copom. No dia 4 de agosto o Comitê de Política Monetária decidiu subir a taxa SELIC em um ponto percentual, conforme as previsões do mercado indicavam. Mas o que isso impacta na sua vida e nas suas finanças? Descubra nesse artigo o que muda com a Selic atual em 5,25% e quais as expectativas para as próximas reuniões.

Letreiro do Banco Central do Brasil
O Copom, Comitê de Política Monetária do Banco Central, define a taxa Selic a cada 45 dias.

O que é taxa Selic?

Antes de tudo, é preciso que você compreenda o que é a taxa Selic. Ela é a taxa básica de juros da nossa economia e, por isso, serve como base para todas as outras taxas do mercado. Também é definida pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, em reuniões a cada 45 dias.

Ela é utilizada pelo governo para controlar a inflação, visto que, quando a taxa Selic aumenta, as demais taxas do mercado costumam acompanhá-la. Assim, com os juros mais altos, o acesso ao crédito diminui e a economia desacelera, impedindo a inflação de crescer. Já quando o Copom decide por baixar a Selic, os juros diminuem e o consumo é estimulado, aquecendo a economia e, consequentemente, aumentando a inflação. Então, se você fizer um financiamento com a taxa Selic alta, por exemplo, você pagará mais juros.

A Selic também é extremamente relevante para os investimentos. Afinal, diversos produtos financeiros têm a sua rentabilidade diretamente ligada à taxa Selic, como a poupança e o Tesouro Selic. Já outros títulos que são fixados utilizando outros indexadores, como o CDI ou IPCA, também sentem a variação da Selic, já que ela norteia todos esses indicadores. Os investimentos de renda variável são impactados pela taxa básica de juros principalmente quanto ao aquecimento, ou esfriamento, da economia.

Dessa forma, a Selic impacta diretamente no crédito, no consumo e nos investimentos. Para entender detalhadamente o que é a taxa Selic e como ela afeta seu dia a dia, assista esse vídeo do nosso canal:

Quanto está a taxa Selic hoje em 2021?

Na última reunião do dia 04 de agosto, o Copom definiu a taxa Selic em 5,25%. Esse foi o quarto aumento consecutivo depois da maior baixa da taxa na história. Porém, esse foi o primeiro aumento recente nessa proporção, de um ponto percentual. Até o momento, os aumentos foram de 0,75 ponto.

Entretanto, é preciso considerar que o valor divulgado pelo Copom a cada 45 dias e que rapidamente toma os jornais é a taxa Selic meta. Ou seja, é o objetivo do Banco Central para essa taxa. Assim, é preciso acompanhar a taxa Selic over, que é a taxa realmente aplicada nas transações visualizadas no mercado durante o período após a reunião do COPOM.

Para consultar os valores atuais da taxa Selic, meta e over, além da taxa Selic acumulada em um determinado período, acesse o site do Banco Central do Brasil.

O que significa Selic em alta?

E o que muda com a taxa SELIC em 5,25%? Nesse cenário, a caderneta de poupança passa a ter rentabilidade de 0,30% ao mês e de 3,68% ao ano. Contudo, apesar da melhora em relação ao panorama atual, o rendimento da poupança continua perdendo para a inflação. Para entender melhor como funciona o rendimento da caderneta da poupança, acesse o nosso artigo.

Para as aplicações em renda fixa, o aumento da Selic também significa a melhora da rentabilidade. Investimento como o Tesouro Direto, CDBs, LCIs e LCAs, entre outros títulos de dívidas, tornam-se mais interessantes em um momento de alta na Selic. 

Em relação ao mercado, a elevação da taxa básica de juros auxilia na diminuição da inflação, que segue em alta, e na valorização do real em relação ao dólar. Isso acontece porque o diferencial entre os juros internos e externos deixa os ativos brasileiros mais atrativos para o investidor estrangeiro, favorecendo uma maior entrada de dólares no país.

Já a renda variável costuma sentir o impacto do aumento da Selic negativamente. Afinal, as empresas passam a pagar mais juros em empréstimos e nas dívidas, diminuindo o lucro. Mas é preciso avaliar cada caso, visto que nem todas as empresas e negócios podem sentir essa variação da mesma forma.

Mulher sorridente lendo notícias no jornal.
Acompanhar as variações da taxa Selic é essencial para a saúde das suas finanças.

Quando será a próxima reunião do Copom e qual a expectativa? Taxa Selic hoje em 2021

A próxima reunião do Copom acontecerá nos dias 21 e 22 de Setembro. Como a inflação continua em ritmo de crescimento, a expectativa do mercado é que a taxa Selic seja elevada novamente.

Na última reunião, que elevou a taxa para 5,25%, o Copom já sinalizou a preocupação com a estabilização do balanço de riscos, que segue com um quadro fiscal preocupante: 

“O Copom considera que, neste momento, a estratégia de ser mais tempestivo no ajuste da política monetária é a mais apropriada para garantir a ancoragem das expectativas de inflação”, explicou o comunicado.

Assim, o cenário de alta da Selic não deve ser interrompido tão cedo e a tendência, segundo o mercado, é que a taxa chegue próximo de 7% até o final de 2021. Então, permaneça atento às variações da taxa Selic, assim como nos demais indexadores da nossa economia, como o IPCA, o índice da inflação.

Observar o mercado, as taxas de juros e outros parâmetros é fundamental para conduzir a sua carteira de investimentos da forma mais segura possível. Por isso, fique de olho nos nossos artigos semanais que trazem as informações mais atualizadas do mercado financeiro!

Compartilhe nas redes sociais. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos relacionados