Categoria:

Tesouro Selic: o que é, quais as vantagens e como investir

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Tesouro Selic é um dos títulos públicos do programa Tesouro Direto, do governo federal. Ao investir nesta aplicação você estará emprestando dinheiro à União que, numa data estipulada, será devolvido acrescido de juros.

Tesouro Selic
Tesouro Selic

Por ser um título de dívida emitido pelo governo ele é garantido, ou seja, lastreado, pela União. Por isso, é considerado um dos investimentos mais seguros, principalmente para novos investidores.

Descubra nesse artigo o que é, como ele funciona e quais vantagens de guardar suas reservas no Tesouro Selic. E, ao final do artigo, confira um passo a passo para realizar o seu primeiro investimento no Tesouro Selic.

O que é o Tesouro Selic?

O Tesouro Direto surgiu em 2002 e tem como principal proposta a garantia de rentabilidade e alta liquidez, além da segurança já citada.

Para o investidor que busca aplicar com flexibilidade de resgate, sem perda de lucro, o Tesouro Direto tende a ser uma boa opção, visto que são prefixados, ou seja, você sabe qual será o seu retorno no momento da compra.

Para o governo, esses títulos emitidos pelo Tesouro Nacional tem como finalidade compor os recursos da União, assim como os impostos cobrados. Para isso, o governo emite diversos tipos de títulos. Há opções de curto prazo, como o Tesouro Selic, ou de médio e longo prazo, como o IPCA e Prefixados. São eles:

  • Tesouro IPCA+
  • Tesouro IPCA+ com juros semestrais
  • Tesouro Prefixado
  • Tesouro Prefixado com juros semestrais
  • Tesouro Selic

Esses investimentos se diferenciam pelo percentual de rendimento, onde o Tesouro IPCA, por exemplo, está indexado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, a inflação.

A respeito dos juros semestrais, isso significa que a cada seis meses o investidor recebe os juros com toda a sua rentabilidade acumulada. Já nos investimentos que não possuem juros semestrais você receberá todo o rendimento no vencimento, valendo-se da vantagem dos juros compostos, ou juros sobre juros.

Para saber mais detalhes sobre todos os títulos emitidos pelo governo, acesse nosso artigo sobre o Tesouro Direto.

O Tesouro Selic é a modalidade de investimento mais negociada dentre os títulos públicos, com 54,2% de participação. Nele, o investidor tem a remuneração com juros diários indexados à taxa básica de juros da economia, a Selic. Caso você ainda não saiba o que é a taxa Selic e como ela afeta seus investimentos, acesse agora esse artigo e entenda!

Essa aplicação combina três fatores que o tornam um dos investidores mais vantajosos: a segurança, visto que o risco de perda é praticamente inexistente; a liquidez, que no Tesouro Selic é diária e a rentabilidade, sempre acima da poupança.

Você sabia que a poupança é uma das aplicações menos recomendadas, podendo ter um rendimento real até mesmo negativo?

Tesouro Selic ou Poupança

Muitas pessoas quando começam a poupar dinheiro ficam em dúvida de qual aplicação é a melhor. A poupança é a maneira mais comum dos brasileiros guardarem dinheiro. Mas isso não significa que ela é a mais vantajosa. Vamos analisar a poupança e o Tesouro Selic sob os três aspectos citados anteriormente: a segurança, a liquidez e a rentabilidade:

Segurança

Acerca da segurança do seu investimento, salvo situações extremamente imprevisíveis e calamitosas, que afetariam toda e qualquer modalidade de investimento, tanto o Tesouro Selic como a poupança são seguros. Mas as semelhanças param por aí…

Liquidez

A liquidez diz respeito à facilidade de resgate do valor investido. Como vimos, o Tesouro Selic tem liquidez diária. Ou seja, a liquidez é D+1, então você receberá o dinheiro solicitado um dia útil após o resgate.

A caderneta permite a retirada a qualquer momento, todavia, o rendimento é mensal e repassado apenas no “aniversário” do valor aplicado.

Rentabilidade

Atualmente a poupança segue uma regra estabelecida pelo governo em 2012. Ela rende da seguinte forma: 

  • Selic acima de 8,5%: 0,5% ao mês + taxa referencial
  • Selic igual ou menor a 8,5%: 70% da taxa Selic + taxa referencial

Em 2020, por exemplo, a taxa Selic alcançou o menor valor da história, 2%. A Taxa Referencial está zerada a mais de dois anos. Considerando ainda a inflação, o retorno real da poupança em 2020 foi negativo: -0,05%. Assim, os seus rendimentos na poupança não cobre nem mesmo as perdas ocasionadas pela inflação.

Esse é um dos motivos pelo qual a poupança é uma das aplicações financeiras consideradas desfavoráveis ao poupador. O Tesouro Selic, por sua vez, rende 100% da taxa Selic.

Hoje, caso você invista R$ 1 mil reais no Tesouro Selic 2027 e permaneça com ele até o vencimento, em 01/03/2027, você receberá R$ 1.382,12, já descontado o Imposto de Renda. Já na poupança, segundo os parâmetros atuais, você receberia R$ 1.242,62. No médio e longo prazos essa diferença de rentabilidade é ainda mais perceptível.

Você pode simular opções de investimento em todos os títulos públicos direto no site do Tesouro Direto.

Outras vantagens do Tesouro Selic

Além da segurança, rentabilidade e alta liquidez já citadas, o Tesouro Selic possui ainda outras vantagens em relação a outras aplicações. Ele é um investimento acessível e com tributação simples.

Atualmente você pode começar investindo com apenas R$ 106,23 no Tesouro Selic (2027) e o Imposto de Renda é descontado no momento do resgate, com valor de acordo com o tempo que o dinheiro foi investido:

  • 22,5% de IR para aplicações mantidas por até 180 dias
  • 20% de IR para aplicações mantidas entre 181 e 360 dias
  • 17,5% de IR para aplicações mantidas entre 361 e 720 dias
  • 15% de IR para as aplicações mantidas por mais de 720 dias.

Além do Imposto de Renda, é cobrado o Imposto sobre Operação Financeira (IOF) para saques em até 30 dias após a aplicação.

Dessa forma, assim como a grande maioria dos investimentos, os objetivos devem ser a médio e longo prazo, visando uma maior rentabilidade e menor cobrança de tributos. 

Diante disso, vemos que apesar do Tesouro Selic ter sua rentabilidade diminuída com reduções na taxa Selic, ele permanece sendo a melhor opção para quem almeja por segurança, principalmente para construção de uma reserva de emergência. Afinal, trata-se de uma aplicação com alta liquidez, você pode resgatar com facilidade. Ainda que possa ocorrer redução na rentabilidade, o lucro acordado no momento da compra é garantido.

Assim, a maior vantagem dessa aplicação não é a sua rentabilidade, mas sim a sua estabilidade e certeza que o rendimento nunca será negativo. É um porto seguro na sua carteira de investimentos.

Passo a Passo para investir

Agora que você já sabe o que é o Tesouro Selic, como ele funciona e suas vantagens, aprenda o passo a passo para fazer seu primeiro investimento no Tesouro!

Escolha uma corretora

Assim como as outras modalidades de investimentos no Tesouro Direto, só é possível aplicar no T. Selic através de uma corretora ou banco autorizado. Para escolher uma boa instituição, acesse o site do Tesouro Direto e confira a lista das que são habilitadas.

Vale também uma pesquisa sobre a reputação, vantagens e desvantagens de cada uma. Faça uma escolha consciente! 

2. Transfira dinheiro para sua conta

Com sua conta aberta, transfira os recursos que deseja investir. Lembre-se de criar uma rotina de investimentos. Não desloque recursos que seriam utilizados para contas ou necessidades básicas. Os seus investimentos devem ser algo que você possa manter a médio e longo prazo.

3. Escolha o seu título

Atualmente você pode escolher entre o Tesouro Selic 2024 e o T. Selic 2027.

O primeiro tem vencimento em 01/09/2024, valor mínimo de R$ 107,44 e você terá rentabilidade da taxa Selic + 0,2635%. Já o segundo tem vencimento em 01/03/2027, valor mínimo de R$ 106,23 e você terá rentabilidade da taxa Selic + 0,3450%.

4. Acompanhe o rendimento

Através da plataforma do seu banco ou corretora você poderá acompanhar o seu investimento. Se puder, mantenha a aplicação até a data do vencimento para garantir total rentabilidade. O ideal é que sejam feitos aportes mensais.

5. Resgate

Caso você precise retirar o valor antes da data de vencimento, acesse a sua plataforma, selecione o valor (que poderá ser parcial ou integral) e confirme a ação. Como dito, a liquidação ocorrerá em um dia e você receberá o valor no próximo dia útil. É importante atentar-se aos impostos que serão cobrados, visto que o valor já será liberado com os devidos descontos.

Conclusão

Como visto, o Tesouro Direto Selic tende a ser um ótimo investimento. A cada dia, mais e mais pessoas deixam a poupança e começam a investir de verdade com o Tesouro Selic devido às suas vantagens como segurança, alta liquidez, rentabilidade garantida, acessibilidade e tributação simplificada.

Seu uso mais recomendado é para a construção de reserva de emergência. Assim, caso você deseje aumentar a rentabilidade dos seus investimento, é interessante diversificar sua carteira de investimentos.

Você está pronto para começar sua Jornada do Investidor? Compartilhe esse conteúdo com quem precisa!

Compartilhe nas redes sociais. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos relacionados