Categoria:

Warren Buffett – O maior investidor do mundo!

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Vamos estudar neste artigo a história de um dos mais famosos investidores de todos os tempos. Conhecer a trajetória de Warren Buffett é fundamental para todo investidor.

Buffett, hoje com mais de 90 anos, possui muita experiência e grandes histórias para contar sobre investimentos. Abaixo tentarei trazer um pouco sua caminhada e também seus grandes destaques, seus aprendizados e até seus erros.

Warren Buffet
Warren Buffet – o maior investidor do mundo

Warren Buffett ingressou muito cedo no mercado acionário, tendo efetuado sua primeira compra de ações com apenas 11 anos, o que em nosso cenário de investimento nacional é quase impensável.

Você pode estar se perguntando:

“Como um jovem de 11 anos teve dinheiro e conhecimento para investir?”.

E a resposta para esta questão é simples: ele recebia uma mesada de 0,05 centavos de dólar por semana, o que não parece muito, certo? E para complementar estes valores trabalhou desde muito jovem indo de porta em porta para entregar jornais, vender guloseimas e Coca-Cola. Mais a frente veremos que a Coca-Cola também fez parte de outros bons momentos da sua vida…

A tragetória de Buffett

Neste infográfico você pode verificar alguns destaques na vida de Buffett. Essa história começa em 1930 na cidade de Omaha, Nebraska.

Alguns destaques na carreira do mais célebre investidor da história.
Alguns destaques na carreira do mais célebre investidor na atualidade.

Como vimos, Buffett teve grandes destaques em sua carreira, como, por exemplo, a fundação de sua primeira companhia, a Buffett Partnership Ltda. com seus amigos e familiares em 1956.

Nesta empresa, Buffett entrou com apenas US $100,00 enquanto seus amigos e familiares aportaram os valores excedentes.

Eu até consigo imaginar você pensando… “poxa, mas que negócio ruim para os familiares”, certo? Porém, poucos anos depois a empresa já estava avaliada em 7 milhões de dólares.

Além disso, um grande destaque foi a compra da Berkshire em 1965. Porém, vamos destrinchar esse episódio com mais detalhes em seguida.

Nesse sentido, outra grande sacada do megainvestidor foi em 1988 quando o mesmo comprou 7% da Coca-Cola. Naquele momento, as ações já estavam bem aquecidas e vinham acumulando meses de alta. Sem medo, Buffett percebeu que era a hora de investir na companhia.

Hoje vemos que isso foi muito acertado, pois a companhia se valorizou imensamente.

Mais recentemente tivemos outro momento incrível para o investidor. Em 2008, quando resolveu ir às compras, na contramão da maior crise financeira do século XXI, o seu dinheiro em caixa o auxiliou a recuperar diversas empresas. Isso se mostrou extremamente lucrativo, afinal, pouco tempo depois os bilhões investidos já haviam se multiplicado.

Para finalizar, em 2015 Buffett completou 50 anos de atuação no mercado. Na ocasião Buffett escreveu aos seus acionistas mais uma de suas famosas cartas repletas de grandes ensinamentos. A carta pode ser lida aqui.

Influências externas de Warren Buffett

Algumas pessoas marcaram profundamente a vida de Buffett e cada uma delas auxiliou o mega investidor a evoluir em uma área de sua vida. Conheça essas personalidades agora!

Charlie Munger, Bill Gates, e Warren Buffett
Charlie Munger, Bill Gates, and Warren Buffett
Fonte: Lacy O’Toole | NBC (encurtador.com.br/gCGTV)

Benjamin Graham

Benjamin Graham foi uma das influências mais importantes no começo da carreira de investidor de Buffet. A admiração de Buffett por Graham não é pequena, sendo que o mesmo até escreveu o prefácio do livro de Graham:

Li a primeira edição deste livro no início de 1950, quando tinha 19 anos. Naquela época, julguei que era, de longe, o melhor livro que existia sobre investimentos. Ainda penso desta forma.

Warren Buffett, prefácio do livro O Investidor Inteligente

Além disso, Buffett foi aluno Graham na universidade de Columbia. Foi ali que ele conheceu de perto a genialidade deste mega investidor que criou importantes fundamentos como o Value Investing e a necessidade de diversificação. Eu poderia até continuar explicando mais sobre esta grande parceria, porém cá entre nós ainda ficaria pela metade certo? Desta forma, vamos deixar o próprio Buffett falar:

Charlie Mugner

Este é o homem que fez Buffett mudar a sua filosofia de investimentos consideravelmente. Se no início da carreira de investimentos Buffett estava muito ligado a ideia das ”Bitucas de Cigarro” com o aparecimento deste novo parceiro os seus investimentos sofreram uma grande reviravolta, e a estratégia de comprar empresas pequenas ou em vias de falência ficou para trás.

Agora a ideia mais importante a ser seguida era encontrar boas empresas com bons fundamentos para investir para a vida toda. Foi assim que Buffett passou a investir em empresas como: Coca-Cola, Kraft, Visa, Mastercard, Wells Fargo, Bank of America entre outras gigantes.

Atualmente Charlie, com mais de 93 anos, ainda é o parceiro de investimentos de Warren Buffett.

Dale Carnagie

Primeiramente, imagine ter a oportunidade de ministrar um curso a Warren Buffett, e mais, fornecer o único certificado pendurado na parede do maior investidor do Planeta. Pois bem, este privilégio é Dale Carnagie.

Em 1953 Warren Buffett frequentou o curso de Carnagie ”A arte de fazer amigos”. Hoje em dia é inimaginável pensar nisso. Porém, este fato, segundo o próprio Buffet, foi determinante para o desenvolvimento do mesmo.

Além disso, hoje todos nós já sabemos que Dale Carnagie se tornou um dos maiores escritores do mundo, autor do famoso livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas” que Buffett também leu e hoje é vendido em centenas de países e publicado em diversas línguas.

O mesmo também faz parte da nossa lista de leituras obrigatórias para investidores!Para conferir a lista completa acesse: Livros que todo investidor deveria ler.

Bill Gates

Imagine o que pode sair de uma amizade entre um mega investidor e um gênio da computação? Pois bem, podemos apenas pensar em coisas muito boas e produtivas, certo? Exato!

Warren Buffett e Bill Gates se conheceram na década de 90 em um encontro organizado pela mãe de Gates. Até aquele momento, os dois não possuíam qualquer desejo em conhecer um ao outro pois viviam em dois mundos completamente diferentes.

Mal sabiam eles que uma amizade profunda e grandiosa surgiria desta conversa. Hoje em dia os dois são grandes amigos e no aniversário de 90 anos de Buffett. Bill Gates fez até um bolo em comemoração a ele.

Outro fruto curioso e muito bom dessa amizade foi que Buffett já fez vultosas doações à organização fundada por Bill e Melinda Gates. Além disso, Buffett colocou em seu testamento que uma quantia específica de sua herança será doada à instituição.

Berkshire Hathaway e Warren Buffett

Este é um dos grandes acertos de Buffett que começou com um ato de impulso do nosso grande investidor. É até difícil imaginar isso, porém, no momento da aquisição completa da empresa Buffett estava pensando unicamente em dar uma lição ao então diretor da empresa que não honrou com o seu compromisso pré estabelecido.

Anos se passaram e a empresa mudou completamente de ramo, saindo da área têxtil. Todavia, uma coisa não mudou. Warren Buffett continua escrevendo cartas e mais cartas aos seus investidores.

Para ser bem sincero com vocês, é através destas cartas que muitos analistas de investimentos se formaram, pois seu conteúdo e sua qualidade são sobrenaturais. Caso você queira acessar as cartas de Buffett, em inglês, a seus acionistas basta clicar aqui.

Três erros de Buffett

Sim, até mesmo Warren Buffett já cometeu erros quando falamos em investimentos. Contudo, ele aprendeu grandes lições a partir de cada um deles.

Ao responder sobre quais foram seus maiores erros, um deles é bem interessante.

Erro 01 – A compra da Berkshire

Sim, quem poderia imaginar que a companhia que hoje é avaliada em mais de 600 bilhões de dólares foi adquirida por impulso. Bem, segundo o próprio Buffett, ele concretizou este negócio para dar uma lição no então diretor da empresa que não honrou com sua palavra.

A questão toda ocorreu porque Buffett havia comprado alguns lotes de ações da até então empresa têxtil Berkshire Hathaway, para aproveitar um momento favorável do mercado. Esta compra possuía um preço alvo de venda pré estipulado junto aos diretores da empresa.

Entretanto, muito próximo a data do vencimento, em 1962, os diretores da Berkshire informaram que estavam dispostos a pagar apenas um valor abaixo do estipulado pelo lote de ações de Buffett.

Ele ficou extremamente irritado e começou a comprar mês após mês mais e mais papéis. Até que no ano de 1965 Buffett atingiu uma quantidade suficiente de ações da empresa e foi proclamado como Presidente. A primeira coisa que fez foi demitir o homem que não havia honrado sua palavra.

Erro 02 – A compra da Dexter Shoes

Os erros fazem parte do processo de aprendizado, mas este é um dos desacertos que custou mais caro a Buffett. Em 1993, Buffett que já estava estudando o segmento calçadista, resolveu investir na Dexter Shoes.

Ele comprou a empresa por 443 milhões de dólares, porém como forma de pagamento, ele resolveu dar ações da própria Berkshire.

Nos anos seguintes o negócio não vingou e na corrida calçadista com fornecedores da Ásia a Dexter perdeu força e mercado. Assim, em 2007, através de uma de suas cartas a seus investidores, ele informou que o valor real da compra da empresa não foi de 443 milhões, mas sim de 3.5 bilhões de dólares.

Afinal, ao utilizar as ações da Berkshire como forma de pagamento ele abriu mão de parte de uma empresa maravilhosa e muito lucrativa para controlar uma outra que não valia mais nada.

Erro 03 – A venda de suas primeiras ações

Conforme o nosso infográfico, Warren Buffett ingressou no mercado de ações com 11 anos e comprou papéis da então Cities Services por US $38,50 cada. Porém, logo após esta compra o mercado acionário americano teve uma forte queda fazendo com que o valor despencasse para menos de US $30,00.

Buffett continuou aguardando e quando as mesmas se recuperaram ele vendeu todas as ações da empresa por um valor de US $40,00 por ação. Ou seja, 5% de lucro na primeira operação. Nada mal, certo?

Mal sabia o nosso jovem investidor que estas ações que ele havia escolhido com tanto carinho tiveram uma explosão e, não muito tempo depois, estavam precificadas em mais de US $200,00 cada.

Sim, você leu certo, US $200,00 cada!

Ou seja, neste caso a falta de paciência fez com o mesmo deixasse de auferir um lucro de quase 500%.

Esses são alguns dos erros deste magnífico investidor. O legal de conhecer os seus erros é perceber quais foram as lições que o mesmo retirou de cada negócio mal feito.

Buffett cresceu muito com seus erros e mostrou que nunca é tarde para aprender mais e mais. Esses conhecimentos adquiridos  e a trajetória de Buffett são contados por diversos autores em vários livros. Vamos conhecer algumas das principais obras sobre esse grande investidor.

Livros escritos sobre Warren Buffett

Abaixo segue uma lista com os principais livros escritos sobre esta mente maravilhosa chamada Warren Buffett.

Nesse sentido, acredito que Buffett é o maior investidor que já passou pelos mercados e que sua marca ficará para a história, afinal, é detentor de grandes façanhas. Uma forma de conhecer mais sobre este grande investidor é ler alguns dos livros escritos sobre sua filosofia e também sua história.

Um fato interessante sobre Warren Buffett que poucos sabem é que ele não começou mega bilionário e nem virou um da noite para o dia. Segundo dados do Fool.com, Buffett alcançou 99% de sua riqueza apenas após os 50 anos.

Um bilionário para todos

Desde 2006 Warren Buffett começou a separar vultosas quantias de seu capital para doação. Em uma carta aberta ao casal Bill e Melinda Gates o mesmo informou que pretendia doar grande parte de sua fortuna à fundação criada pelo casal que desenvolve um grande trabalho pelo mundo, tendo seu foco principalmente no continente africano. Para ler na íntegra a carta de Buffett para Bill e Melinda Gates, basta clicar aqui

Buffett então estimou o valor de 45 bilhões de dólares como sendo um número adequado para doações ao decorrer dos anos. De lá para cá já se passaram mais de 15 anos e Buffett já doou mais de 37 bilhões de dólares, o que na cotação de hoje seria algo em torno de 200 bilhões de Reais.  

Além disso, Buffett também assumiu compromissos de efetuar doações às fundações criadas por seus 3 filhos, Susan, Howard e Peter Buffett que atuam em diversas áreas da sociedade, e também a fundação Susan Thompson Buffett Foundation que leva o nome de sua ex-exposa.

Acima de tudo, Buffett é muito mais que um gênio dos investimentos. Ele é também um homem com um grande e nobre coração. Abaixo vamos ver um pouco mais sobre a última carta de Buffett ao mercado e quais empresas faziam parte de sua lista de investimentos.

Carta mais recente de Buffett

Por fim, a última carta de Buffett aos seus acionistas que temos acesso é a de Fevereiro de 2021. Ela é maravilhosa e cheia de insights, e para ler a carta basta clicar aqui.

Um fato interessante sobre esta carta é que mostra quais empresas faziam parte dos investimentos de Buffett ao final de 2020.

Isso não é uma sugestão de investimentos, apenas curiosidade okay?

Repetindo: Isso não é uma sugestão de investimentos, apenas curiosidade okay?

Algumas empresas da lista são:

  • Apple
  • Kraft Heinz
  • American Express Company
  • AbbVie Inc
  • Bank of America Corp
  • The Coca-Cola Company 
  • General Motors Company,  entre outras

MUITO IMPORTANTE: Note que isso não é uma sugestão de investimento e sim apenas algumas curiosidades sobre o maior investidor de todos os tempos.

Principais frases de Warren Buffett

Separei algumas das principais frases de Warren Buffett para vocês. Cada uma delas possui um significado especial e dita para exemplificar um momento específico de sua vida e jornada.

São necessários 20 anos para construir uma reputação e apenas cinco minutos para destruí-la.

Warren Buffett

Regra número 1: nunca perca dinheiro.

Regra número 2: não esqueça a regra número 1.

Warren Buffett

“Só compre algo que você ficaria perfeitamente feliz em segurar caso o mercado fechasse por 10 anos”

Warren Buffett

Então, espero que você tenha gostado desta bela história sobre este magnífico investidor. Se você gostou deste material você também pode gostar dos outros conteúdos que temos disponível no nosso blog. Confira!

Compartilhe nas redes sociais. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos relacionados